Após Lucas Piton do Vasco ser pré-convocado pela Itália, time pode passar rasteira e jogador nem mais voltar ao Brasil

maio 26, 2023 Off Por

Apesar do momento conturbado pelo qual o Vasco vem passando, o lateral-esquerdo Lucas Piton tem se destacado na temporada. Com cinco assistências e um gol marcado em 2023, o jogador de 22 anos é o líder de assistências da equipe. Essa é a melhor temporada de sua carreira em termos de participações em gols, e ele vem sendo cotado até mesmo para defender a seleção italiana.

Lucas Piton foi pré-convocado para o Final Four da Liga das Nações, uma semifinal do torneio organizado pela UEFA. A seleção italiana enfrentará a Espanha no dia 15 de junho, na Holanda. Três dias depois, disputará a final ou a partida pelo terceiro lugar. No entanto, para ser convocado, o lateral-esquerdo terá que superar uma forte concorrência.

Nos amistosos de março, os convocados para a lateral-esquerda foram Spinazzola, da Roma, e Emerson Palmieri, do West Ham, ambos com dupla nacionalidade, assim como Lucas Piton. Spinazzola foi titular na derrota por 2 a 1 para a Inglaterra, enquanto Palmieri jogou na vitória por 2 a 0 sobre Malta, com uma assistência para gol.

Além desses jogadores, Lucas Piton também disputa uma vaga na convocação com Carlos Augusto, seu antigo colega de time no Corinthians. Ambos jogaram juntos antes de Lucas se transferir para o Monza, da Itália. Carlos Augusto se destacou na Itália e chamou a atenção do técnico Roberto Mancini, que chegou a convidá-lo para jogar pela seleção italiana. No entanto, o convite não se concretizou.

Vale ressaltar que, se for convocado, Lucas Piton não desfalcará o Vasco, pois o Campeonato Brasileiro será paralisado durante as Datas FIFA. O lateral-esquerdo ficou muito feliz com a pré-convocação, mas está totalmente focado no Vasco, que enfrentará o Fortaleza no sábado, na Arena Castelão, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VAI SER VENDIDO?

Desde agosto de 2021, quando obteve a cidadania italiana, Lucas Piton possui dupla nacionalidade. Isso facilita uma possível transferência para a Europa, uma vez que ele não ocuparia uma vaga de estrangeiro nos clubes.

Desde seus tempos no Corinthians, Lucas Piton despertava interesse de clubes italianos, mas as sondagens não se transformaram em propostas concretas. Espera-se que ofertas possam surgir na próxima janela de transferências. No entanto, somente uma proposta considerada irrecusável faria o Vasco negociar o jogador.

A posição de lateral-esquerdo é vista como carente no mercado, e a ideia é permitir que Lucas Piton evolua ainda mais e se valorize antes de uma possível negociação. O Vasco adquiriu 60% dos direitos econômicos do jogador por 3 milhões de euros (R$ 16,6 milhões), pagos de forma parcelada. O clube informa que o acordo está em dia.

E opior é que o Vasco sofre concorrência do próprio Genoa, da 777, que pode levar o jogador por cerca de U$10 mi. Aí fica a pergunta, o Vasco quer um time ou vender jogador?

Compartilhe isso: