Confira mais trechos da entrevista coletiva de Emiliano Díaz após Nova Iguaçu 2 x 0 Vasco | NETVASCO – BOLA ROLANDO

fevereiro 1, 2024 Off Por

Confira mais trechos da entrevista coletiva de Emiliano Díaz após Nova Iguaçu 2 x 0 Vasco Quarta-feira, 31/01/2024 – 21:20 O Vasco sofreu sua primeira derrota no Campeonato Carioca nesta quarta-feira. Perdeu por 2 a 0 para o Nova Iguaçu, em Uberlândia, pela quinta rodada. Visando o clássico de domingo, contra o Flamengo, o time poupou os titulares. O auxiliar Emiliano Díaz avaliou o desempenho, disse que foi um jogo para se esquecer e projetou a próxima rodada. – Um dia que saiu tudo ruim. Pedir desculpas ao torcedor, porque ele não merece isso. Venho aqui botar a cara, mas é um jogo que deu tudo errado. A análise é que deu tudo errado. Temos que continuar trabalhando, melhorando, porque estamos nesse processo – disse Emiliano, que completou: – Clássico a gente tem que jogar vida ou morte, como todo jogo que estamos jogando. Vamos jogar com tudo o que a gente tem. Estamos em preparação. Ano passado chegamos à semifinal do Carioca e terminamos o ano brigando contra o rebaixamento. Temos um plano e não vamos sair dele, aconteça o que aconteça. Queremos que o Vasco seja sólido. Não queremos repetir os erros do ano passado, não nos preparar bem para Brasileirão e Copa do Brasil. Vamos com o que planejamos. Esta foi a segunda coletiva de Emiliano Díaz no ano. O auxiliar já havia falado durante a pré-temporada no Uruguai. A tendência é que o filho de Ramón Díaz reveze com o treinador e dê mais entrevistas ao longo da temporada 2024. O Vasco agora volta ao Rio de Janeiro para se preparar para o jogo contra o Flamengo, domingo, às 19h, no Maracanã. Ramón Díaz contará com a volta de Jair, que cumpriu suspensão nesta quarta. Outras declarações de Emiliano: Erros do jogo – Foram todos. Saiu tudo ruim. Um jogo para esquecer e continuar melhorando. Um jogo que aconteça uma vez por ano. Falei que não tem que acontecer mais. Payet – A rodagem do elenco está clara. Estamos e preparação, jogadores não podem jogar a cada três dias, é impossível. Porque se não na metade do ano não tem mais jogadores. No clássico a gente vai jogar com todos, a torcida pode ficar tranquila. Pressão da torcida em Uberlândia – O que aconteceu ano passado ninguém vai conseguir mais na história do futebol. Era algo impossível de fazer. O grupo está acostumado à pressão. Hoje saiu tudo ruim, o Vasco, os jogadores e a torcida não merecem isso. Temos que botar a cara e trabalhar. Mas a pressão a gente não sente. Não sentimos ano passado, não vamos sentir agora no início da temporada. Sabemos que temos muito para dar, é um grupo forte, acredito muito nos jogadores. É corrigir os erros. É normal, o torcedor cobra, que mais, vamos seguir acolhendo esse grupo. Lesão do Paulinho – Paulinho foi um golpe muito duro não só por causa do jogador que ele é, mas por causa da pessoa. A gente adora o Paulinho, um cara magnífico. Vamos rever como substituí-lo, mas aconteceu há pouco tempo, o grupo está abalado, somos uma família. Fonte: ge

Fonte: www.netvasco.com.br/n/329826/confira-mais-trechos-da-entrevista-coletiva-de-emiliano-diaz-apos-nova-iguacu-2-x-0-vasco

Categoriavasco