Agência Minas Gerais | Produção de uva para vinhos finos cresce em Minas Gerais

maio 26, 2024 0 Por

O cultivo de uvas para produção de vinhos finos está em expansão no estado. De acordo com levantamento da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), desde a safra de 2022, a colheita ultrapassa o volume de 2 mil toneladas da fruta por ano.

A produção de vinhos finos em Minas é feita basicamente com o uso de variedades de uvas importadas, como Syrah, Sauvignon Blanc, Chardonnay, Cabernet Sauvignon e Merlot. Embora a atividade seja considerada novidade para muita gente, Minas Gerais já conta com pelo menos 58 vinícolas.

Para 2024, a produção deverá ser de aproximadamente 2,5 mil toneladas, a maior já registrada nos últimos 10 anos. A área plantada em Minas é de 403 hectares, sendo que 66,5% deste total já estão produzindo. Os municípios com maior produção de uva destinada aos vinhos finos são: São Gonçalo do Sapucaí, Caldas e Andradas, todos na região Sul.

Prêmios

Alguns desses empreendimentos vêm conquistando prêmios nacionais e internacionais, um reconhecimento da qualidade da bebida. É o caso da vinícola Maria Maria, em Boa Esperança, no Sul do estado. Entre várias premiações, ela recebeu uma medalha de prata e outra de bronze, este ano, no concurso britânico International Wine Challenge, um dos mais renomados do mundo.

A vinícola Estrada Real, em Caldas, também no Sul de Minas, é outra que acumula prêmios. Entre eles, o de melhor vinho Syrah brasileiro na Wines of Brazil Awards de 2020.

Vinhos de inverno

De acordo com o coordenador de Fruticultura da Emater-MG, Deny Sanábio, a produção de vinhos finos em Minas Gerais se diferencia do Sul do país porque é possível colher a uva durante o inverno em condições ideais para fabricar a bebida. 

“Temos um inverno seco, com amplitude térmica acentuada entre o dia e a noite. Um clima que se assemelha ao do período da colheita da uva na França, grande produtora de vinho”, explica Deny Sanábio.

Outro fator fundamental para a produção do vinho de inverno em Minas é a técnica da dupla poda. O método, trazido da Europa, foi adaptado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig).