Philippe Coutinho confirma que jogará no Vasco

maio 25, 2024 0 Por Editor

Philippe Coutinho: ‘Não tenho muito o que falar. Todo mundo já sabe’

Sexta-feira, 24/05/2024 – 11:23

Philippe Coutinho, em uma breve declaração no Aeroporto de Guarulhos, expressou sua posição de forma sucinta: “Não tenho muito o que falar. Todo mundo já sabe”, disse o jogador. NETVASCO

Essa frase enigmática deixou os fãs especulando sobre seu significado e possíveis desdobramentos em sua carreira.

Fonte: X do jornalista Emerson Rocha/Atenção Vascaínos

Além disso, nas redes sociais, como no tweet de @AnalisaCRVG, a frase de Coutinho foi compartilhada, gerando ainda mais curiosidade entre os torcedores.

Fonte: X AnalisaVasco

A postagem da BTB SPORTS também ecoou a mensagem de Coutinho, amplificando-a para os fãs do Vasco da Gama.

Fonte: X BTB Sports

Essa declaração acontece em meio a especulações sobre o futuro do jogador, incluindo seu possível retorno ao Vasco ou uma mudança para outro clube.

 

José Roberto Lamacchia, Dono da Crefisa, em Conversas nos EUA para Adquirir 70% da SAF do Vasco

Na sexta-feira, 17 de maio de 2024, uma notícia envolvendo o empresário José Roberto Lamacchia, proprietário de empresas como Crefisa, Crefipar e Placar Linhas Aéreas, agitou o cenário esportivo brasileiro. Lamacchia viajou para Nova York para tratar pessoalmente sobre a possível aquisição de 70% da SAF (Sociedade Anônima de Futebol) do Vasco da Gama, que atualmente está sob controle da 777 Partners, uma empresa norte-americana.

A viagem de Lamacchia aos Estados Unidos aconteceu no início da semana, acompanhado por Leila Pereira, sua esposa e presidente do Palmeiras. Ambos estão envolvidos nas negociações relacionadas à possível compra da SAF do Vasco. No entanto, Leila negou, por meio de sua assessoria, qualquer envolvimento direto no negócio.

A possível aquisição dos 70% da SAF do Vasco pela Crefisa, sob o comando de Lamacchia, ocorre em meio a um contexto delicado. A 777 Partners, empresa atualmente controladora da SAF do Vasco, está sob investigação nos Estados Unidos por fraudes contábeis e possível pirâmide financeira. Isso resultou em uma liminar que afastou temporariamente a empresa do controle da operação do futebol do Vasco.

Embora o empresário José Roberto Lamacchia e sua esposa, Leila Pereira, não tenham comentado publicamente sobre as negociações, especula-se que as conversas estejam em estágio avançado. Além disso, o ex-jogador Pedrinho, atual presidente do Vasco, admitiu ter proximidade com Lamacchia, mas não forneceu detalhes sobre as negociações em andamento.

A possibilidade de a Crefisa adquirir os 70% da SAF do Vasco tem gerado intensos debates entre os torcedores e a comunidade esportiva. Além disso, o jornalista Rodrigo Capelo, do GE.com, revelou que a Crefisa já iniciou um processo de Due Diligence para avaliar os riscos envolvidos no negócio.

Vale ressaltar que José Roberto Lamacchia e Leila Pereira recentemente adquiriram a gestão da Arena Barueri por 35 anos e fundaram a Placar Linhas Aéreas, que oferece serviços de fretamento para o Palmeiras e outras equipes.

Enquanto as negociações continuam em curso, o futuro da gestão do futebol do Vasco permanece incerto, com potenciais mudanças significativas no horizonte. Acompanharemos de perto os desdobramentos dessa história e os impactos que poderá ter no cenário esportivo brasileiro.

Josh Wander, Mollie Wander e Steve Pasko Renunciam aos Cargos na 777 Partners

Uma Mudança Significativa na Gestão da Operação de Futebol

Na sexta-feira, 17 de maio de 2024, uma notícia surpreendente agitou o mundo do futebol: Josh Wander, sua irmã Mollie e Steve Pasko renunciaram aos seus cargos como diretores da 777 Partners, empresa responsável pela gestão de operações relacionadas ao futebol como noticiado em https://pantanalnoticiasms.com.br.

A renúncia dos três executivos representa uma mudança significativa na estrutura de liderança da 777 Partners, bem como nas empresas sob seu controle que operam no setor do futebol. A saída desses membros da alta administração levanta diversas questões sobre os motivos por trás de suas renúncias e o impacto que isso terá nas operações futuras.

Embora os detalhes específicos sobre os motivos da renúncia não tenham sido divulgados publicamente, a notícia gerou especulações e debates intensos dentro da comunidade esportiva e entre os investidores da 777 Partners. Alguns analistas sugerem que as renúncias podem estar relacionadas a divergências estratégicas ou diferenças na visão de longo prazo para as operações de futebol.

A 777 Partners desempenha um papel crucial na gestão de operações de futebol em várias frentes, incluindo investimentos em clubes, agenciamento de jogadores, patrocínios e direitos de transmissão. Portanto, a saída de três diretores-chave como Josh Wander, Mollie Wander e Steve Pasko certamente terá um impacto significativo no futuro das operações da empresa no mundo do futebol.

Além disso, a renúncia desses executivos também pode desencadear uma reestruturação mais ampla dentro da 777 Partners, com a nomeação de novos líderes para assumir os cargos deixados vagos. Isso poderia resultar em uma mudança de direção estratégica ou na implementação de novas políticas e iniciativas para impulsionar o crescimento e o sucesso das operações de futebol da empresa.

No entanto, é importante observar que as informações disponíveis até o momento são limitadas e que mais detalhes podem surgir nos próximos dias. Enquanto isso, a comunidade esportiva e os investidores aguardam ansiosamente por atualizações adicionais sobre essa importante mudança na gestão da 777 Partners e suas implicações para o mundo do futebol.