Quatro estabelecimentos são multados pela Sudema por poluição na orla de João Pessoa

maio 27, 2024 0 Por Editor

Bar e hotel na orla de João Pessoa foram desinterditados após corrigirem falhas em esgoto – Foto: Sudema. Divulgação/Sudema

Quatro estabelecimentos localizados na orla de João Pessoa foram multados nesta segunda-feira (27), pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema). Segundo informações do órgão, os empreendimentos foram autuados pela ocorrência de poluição no local, que pode configurar crime ambiental contra a saúde humana.

Conforme a Sudema, os quatro estabelecimentos já foram multados durante operação feita pelo órgão que combate irregularidades ambientais. As novas multas ocorrem pelo fato de que o resultado do material coletado anteriormente apontou para a poluição.

Os locais, que ficam na orla de Cabo Branco, multados novamente, foram:

  • Quiosque Olho de Lula – R$ 9.877,5
  • Bar do Cuscuz – R$ 9.877,5
  • Quiosque Capitão Lula – R$ 9.877,5
  • Hotel Nord Easy – R$ 16.462,5

O Jornal da Paraíba e a TV Cabo Branco entraram em contato com os quatro estabelecimentos novamente multados, mas nenhum deles se posicionou até a última atualização desta matéria.

Estes quatro empreendimentos citados já haviam sido autuados anteriormente. O hotel em questão já foi, inclusive, embargado entre 13 e 17 de maio. O local é administrado pela empresa Nord, que é de propriedade do atual Secretário de Turismo de João Pessoa, Daniel Rodrigues. Depois de corrigir os problemas de despejo irregular de esgoto na praia, o empreendimento foi autorizado pela Sudema a funcionar.

Em contato com o Jornal da Paraíba, o secretário afirmou ter se afastado da gerência da empresa no dia 1º de janeiro de 2021, desde que assumiu o cargo público. Ele disse ainda que a empresa só tem a responsabilidade de administrar o local e não foi responsável pela construção do sistema de esgoto do empreendimento.

Também ficou embargado por um período o Bar do Cuscuz, que também recebeu multa, e atualmente está desinterditado após a regularização do problema de despejo de esgoto. Na época da primeira multa, ficou fixada em R$ 20 mil o valor a ser pago. O local foi reaberto novamente em 17 de maio.

Além disso, os dois quiosques Olho de Lula e Capitão Lula já haviam sido multados e não foram embargados, segundo a Sudema, porque o problema de despejo irregular de esgoto na praia foi resolvido no momento da fiscalização.

Ao todo, foram oito estabelecimentos autuados desde o início da operação da Sudema. Após a desinterdição do bar e também do hotel, nenhum local está fechado para funcionamento até o momento.

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) instaurou um inquérito civil com o objetivo de apurar a poluição ambiental registrada nas últimas semanas na orla de João Pessoa. A promotora do Meio Ambiente, Cláudia Cabral, pleiteia uma atuação mais rígida dos órgãos fiscalizadores e que os estabelecimentos poluidores sejam devidamente responsabilizados.