Agência Minas Gerais | Governo celebra os 200 anos de relações diplomáticas entre Brasil e EUA

junho 19, 2024 Off Por

O Governo de Minas e a Embaixada dos Estados Unidos (EUA) promoveram almoço, nesta terça-feira (18/6), no Palácio da Liberdade, para celebrar os 200 anos de relações diplomáticas entre o Brasil e o país norte-americano, que em 1824 foi a primeira nação a reconhecer a independência brasileira.

Durante o encontro, foi comemorada também a relação entre EUA e Minas Gerais com objetivo de estreitar e consolidar laços comerciais e de cooperação em áreas como ciência e tecnologia, ensino superior, indústria e tecnologia, entre outras.

O almoço comemorativo aos 200 anos de irmandade entre Brasil e EUA contou com a presença do governador Romeu Zema, da embaixadora dos EUA no Brasil, Elizabeth Frawley Bagley, da cônsul dos EUA em Belo Horizonte, Katherine Earhart Ordoñez, de secretários de Estado e de outras autoridades mineiras.

O chefe do Executivo estadual destacou a relevância de ter Minas Gerais escolhida para celebrar esta marca. “É um prazer receber para comemorar esses 200 anos de relacionamento a presença da embaixadora dos EUA no Brasil e da cônsul de Belo Horizonte, que para nós é muito representativo, uma vez que somos países irmãos, países grandes, que temos grandes populações e uma forte relação comercial” conta.

O secretário de Estado de Casa Civil, Marcelo Aro, por sua vez, frisou a importância da relação entre Brasil e EUA. “Desde o reconhecimento da independência brasileira, em 1824, a relação entre os dois países sempre foi bastante frutífera e muito proveitosa para ambos”, disse.

Relação Minas e EUA

As relações de cooperação entre os Estados Unidos e Minas Gerais vêm se fortalecendo ao longo dos anos. Em maio, o Governo de Minas embarcou em missão a Nova Iorque e Washington, onde foram realizados encontros estratégicos nas áreas econômica, ambiental e de energia, que contribuíram para consolidar a imagem de prestígio de Minas no contexto federativo brasileiro.

Os investimentos americanos em Minas Gerais são de aproximadamente R$ 41,9 bilhões, com geração de 49.570 empregos diretos e 15.671 indiretos. Entre janeiro e outubro de 2023, o estado exportou cerca de US$ 3 bilhões para os EUA, tendo como principais produtos comercializados o ferro e o café.

O governador Romeu Zema reconheceu a importância das relações entre Minas e os EUA e a necessidade de continuar fortalecendo os laços econômicos e culturais entre os povos.

“Temos grandes investimentos americanos aqui em Minas Gerais, diversas empresas estão aqui e queremos estreitar esses laços. Recentemente, reativamos os voos entre Belo Horizonte e Flórida e queremos ainda mais para que o turismo também cresça entre Minas e Estados Unidos”, assinalou.