Agência Minas Gerais | Governo de Minas assina protocolo de intenção para municipalização da Casa de Saúde Padre Damião

junho 10, 2024 0 Por Editor

Referência na linha de cuidado voltada para pacientes ex-hansenianos e como Unidade de Cuidados Prolongados (UCP) para a macrorregião de Ubá, a Casa de Saúde Padre Damião (CSPD), da rede da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), entra em fase de transição para a transferência da gestão dos seus serviços para o município.

A formalização da intenção de cooperação mútua foi firmada sexta-feira (7/6), com a assinatura do secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, da presidente da Fhemig, Renata Dias, do secretário municipal de Saúde, Ricardo Antônio do Nascimento, e do prefeito de Ubá, Edson Teixeira Filho.

Todos os serviços que a CSPD oferece atualmente serão mantidos com a municipalização, e os servidores estaduais continuarão com a folha de pagamento no Estado. 

Keila Lima

“Temos nove hospitais da Rede Fhemig, mas as condições para municipalizar são únicas aqui em Ubá, o que se torna uma grande oportunidade para o município. Estamos garantindo o funcionamento dos serviços prestados hoje, como os de cuidados da hanseníase, porém, proporcionamos que a unidade se integre melhor ao desenho da rede hospitalar local, em que tem o perfil de trabalho de cuidados prolongados, que vai ser mantido e melhorado”, explicou Fábio Baccheretti.

Ubá assumiu recentemente a gestão de seus prestadores de média e alta complexidade. Assim, a inserção da CSPD fortalece a rede municipal, contribuindo para uma estruturação mais conectada. A inclusão do hospital torna a assistência mais próxima ao usuário – garantindo, assim, melhor acessibilidade aos serviços, um dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS).

“É um ganho excelente para Ubá a municipalização da Fhemig, com estrutura física ampla e recursos humanos de excelência”, destacou Edson Teixeira, prefeito de Ubá, ressaltando mais investimentos do Estado na Saúde local.

“Recebemos recursos estaduais para a construção de três novas unidades da Estratégia Saúde da Família. Estamos em fase final de licitação e a construção será imediata e muito rápida (em estilo steel frame), contemplando os bairros Cibraci, Solar e São João”, ressaltou o prefeito, explicando que a modalidade construtiva é a mesma utilizada na formação do Centro Administrativo, inaugurado em outubro de 2023.

Referência

A Casa de Saúde Padre Damião ampliou em 300%, em outubro do ano passado, a disponibilidade de leitos de cuidados prolongados. Atualmente, são 40 leitos na UCP para pacientes que precisam de maior tempo de internação hospitalar e reabilitação, com sequelas decorrentes de problemas clínicos (como acidente vascular cerebral – AVC), pós-cirúrgicos ou vítimas de traumas graves.

“Padre Damião se consolidou definitivamente como referência na linha de cuidados para os pacientes ex-hansenianos e, ainda, como hospital especializado em cuidados prolongados. Essa equipe oferece um tratamento qualificado e humanizado, com bons resultados na reabilitação desses pacientes. E esse trabalho busca devolver, dentro das possibilidades, a qualidade de vida, a dignidade e autonomia na rotina das pessoas aqui atendidas”, destaca a presidente da Fhemig, Renata Dias. 

Por não estar localizado em uma macrorregião, a Casa de Saúde Padre Damião (CSPD) não possuía vocação para se tornar um hospital regional, como relata Adelton Andrade Barbosa, diretor da CSPD. “Mas a importância da unidade a nível regional é muito grande e, por isso, essa municipalização é benéfica”, aponta.

Recentemente, os leitos de cuidados prolongados foram ampliados de dez para 40, atendendo à política do Ministério da Saúde. 

“Ubá recebe um hospital que está trilhando o caminho de  vocação de valor imenso para atender às demandas da região e junto ganhou estrutura física e recursos humanos com potencial para fortalecer e ampliar o atendimento da população”, acrescentou Adelton.

Regularização fundiária 

A Prefeitura de Ubá também está atuando, em parceria com a Fhemig, para a regularização fundiária da área no entorno da CSPD. 

Atualmente, residem cerca de 3 mil pessoas na comunidade que se formou ao longo dos anos, ex-hansenianos e seus familiares que permaneceram nas adjacências da antiga colônia. 

Dessas, 260 pessoas são cadastradas na linha de cuidado do hospital. Ao todo, serão cerca de 500 famílias beneficiadas.

Padre Damião

A Casa de Saúde Padre Damião (CSPD), localizada na Rodovia Ubá-Juiz de Fora, km 06, no município de Ubá, a 300 quilômetros de Belo Horizonte, foi criada em 1945, com a denominação de Leprosário Padre Damião. 

Hoje, ainda é um centro de referência em atendimento à hanseníase e presta serviços de saúde aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) da microrregião de Ubá, por meio da regionalização da unidade, com qualidade, humanização e resolutividade, garantindo a reabilitação em nível de complexidade secundária. 

Além disso, é uma unidade regionalizada de referência em fisioterapia e reabilitação, com prevenção de incapacidades, e assistência em geriatria a pacientes fora de possibilidades terapêuticas.

A unidade oferece uma equipe multiprofissional, composta por médicos, enfermeiros, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, psicóloga, terapeuta ocupacional e assistente social. 

Realiza serviços de baixa e média complexidade hospitalar, contemplando majoritariamente internações em leitos clínicos de longa permanência, além de oferecer atendimentos e exames ambulatoriais em algumas especialidades.

Iniciativa

Ainda durante a agenda de sexta-feira (7/6), o secretário de Saúde, Fábio Baccheretti, participou da apresentação do programa municipal de saúde “Cuidado que Transforma”, das conquistas de Ubá junto à SES-MG  e  visitou os hospitais São Vicente de Paula e Santa Isabel.