Escola da rede municipal realiza projeto de educação ambiental com a formação de horta em parceria com o Centro Universitário Facens

junho 15, 2024 0 Por Editor



14 de junho de 2024

15:08

Por: Rose Campos

Fotos: Bruna Franco e Sedu/Divulgação

Há pouco mais de dois meses, o Centro de Educação Infantil (CEI) 126 “Fausto Pará Filho”, localizado no Conjunto Habitacional Herbert de Souza, na Zona Norte, retomou uma atividade que vem despertando o interesse das crianças. Trata-se do cultivo de verduras e ervas para tempero em uma horta no espaço de brincar da unidade.

O “Projeto Nossa Horta, Nosso Futuro” teve início no ano passado, por meio de uma parceria com o Centro Universitário Facens, envolvendo alunos de Engenharia Agronômica e a Usina de Projetos Experimentais do curso. Dessa forma, os alunos desenvolveram todo o processo, sob supervisão da professora Tamara. Coube ao grupo de universitários a escolha do melhor local, na unidade escolar, fazer a retirada da grama, preparar a terra e realizar o plantio das mudas, com a participação das crianças e da equipe escolar. Sempre acompanhado pelo amigo e zelador da escola, Sebastião Costa Albuquerque.

“A participação de todos nesse processo é sempre muito importante. As crianças acompanharam desde o plantio até o alimento chegar à mesa, adequando-se ao cardápio da merenda. A equipe de educadores deu ênfase ao plantio consciente, os cuidados com as plantas e com o meio ambiente, bem como a alimentação saudável. É um projeto envolvente e que se mantém vivo!”, comenta a diretora do CEI-126, Elvira Ribeiro Leme de Camargo.

Ela explica ainda que, a cada replantio, os funcionários se organizam para aquisição de novas mudas. E, neste ano, com a retomada das aulas e do projeto, foi preciso reorganizar, agora com uma novidade: a chegada de um grupo de coelhos, quatro adultos e oito filhotes.

Isso exigiu, por exemplo, o fechamento do espaço da horta, que veio ao encontro de uma nova proposta de parceria da Facens, dessa vez com a implantação de um equipamento que permite a irrigação automatizada. “É um projeto desafiador e muito legal para todas as crianças e os demais envolvidos. Com a supervisão do nosso querido zelador, sr. Sebastião, revitalizamos o espaço e, com a participação das crianças e toda a equipe escolar, além dos alunos da Facens, o ‘Projeto Horta’ está pronto para um novo ciclo. E agradeço a todos pela parceria”, acrescenta a diretora.

“Agradeço também à Sedu, pela oportunidade de desenvolvermos esse projeto, com uma gestão de grande investimento e interesse na qualidade dos conteúdos que estão sendo passados às crianças e em especial que contribuem para a formação do indivíduo. Isso tem possibilitado parcerias de muito aprendizado e aprimoramento contínuo”, afirma a gestora da OSC (organização da  social civil) que administra a creche, Rosana Cazarin.

“O ‘Projeto Nossa Horta, Nosso Futuro’ tem o tema: Cultivando Conhecimento e Sustentabilidade. Foi desenvolvido no Centro Universitário Facens, por meio do Laboratório de Inovação Social (LIS) e do curso de Engenharia Agronômica e demonstra nosso orgulho em participar dessa iniciativa que marca mais um passo significativo em nosso compromisso com a educação ambiental, a alimentação saudável e a sustentabilidade”, comenta supervisora de Responsabilidade Socioambiental do LIS da Facens, Tamara Nanni.

A horta implantada na creche foi direcionada para o consumo interno, mas a colheita também pode ser compartilhada com a comunidade escolar. Os alimentos cultivados, incluindo hortaliças escolhidas pelos alunos e trabalhadores da cozinha, contribuem para promover uma alimentação ainda mais saudável no ambiente escolar.

“Nós do Laboratório de Inovação Social da Facens nos sentimos muito honrados em participar da história da creche, fortalecendo os laços entre a Facens, a creche e a comunidade local”, ela completa. E descreve que, neste ano, mais um passo foi dado para o avanço do projeto, quando alunos do 3º semestre de Engenharia da Computação foram até a instituição para o desenvolvimento de um projeto de irrigação automática que já está ajudando nos cuidados com a horta.

As crianças, de quatro meses a três anos, em várias etapas do Ensino Infantil, estão tendo a oportunidade de já ter contato com as noções de plantio e de cuidados com os vegetais plantados. Um aprendizado que, com certeza, levarão para a vida toda.